É NATAL NO MUNDO!

 É Natal no mundo! Neste dia solene, ressoa o anúncio do Anjo que é um convite a acolhermos o Salvador. Não hesitemos em fazê-Lo entrar nas nossas casas, cidades e nações! É com imensa alegria que devemos anunciar a mensagem do Natal: Deus fez-Se homem, veio habitar no meio de nós. Deus não está longe: está perto, mais ainda, é o Emanuel, Deus-Connosco. Não é um desconhecido: tem um rosto, o rosto de Jesus.

Trata-se de uma mensagem sempre nova e surpreendente, porque ultrapassa a nossa esperança mais ousada. Sobretudo porque não se trata apenas de um anúncio: é um acontecimento que testemunhas credíveis viram, ouviram e tocaram na pessoa de Jesus de Nazaré! Permanecendo com Ele, observando os seus atos e escutando as suas palavras, reconheceram em Jesus o Messias; e, ao vê-Lo ressuscitado, depois de ser crucificado, tiveram a certeza de que Ele, verdadeiro homem, era simultaneamente verdadeiro Deus, o Filho Unigénito vindo do Pai, cheio de Graça e de Verdade (Jo 1,14). “Desperta, ó homem! Por ti, Deus se fez homem” (Santo Agostinho).

Celebra verdadeiramente o Natal todo aquele que, em si mesmo, acolhe o Salvador, com fé e com amor cada vez mais intensos; aquele que O deixa nascer e viver no seu coração para que possa manifestar-Se ao mundo na bondade, benignidade e doação generosa de quantos n’Ele acreditamos. Dirijamo-nos ao Menino de Belém e digamos: “Vinde salvar-nos”!

Acolhamos o Natal de Cristo como um acontecimento capaz de renovar, hoje, a nossa existência. O encontro com o Menino Jesus faça de nós pessoas que não pensam unicamente em si mesmas, mas que se abram às expectativas e às necessidades dos irmãos. Desta forma, tornamo-nos também nós testemunhas da luz que o Natal irradia sobre a humanidade do terceiro milénio.

Card. Orani João Tempesta (Brasil)