Votos de utilizador:  / 1
FracoBom 

 

 

ORAÇÃO NA VIDA E A VIDA EM ORAÇÃO

 

«Quem não reza, perde-se» diz Santo Agostinho.

Aquele que deseja encontrar a Deus, tem de orar. Não existe vida cristã autêntica, sem oração.

A oração é para o Cristão o que é a gasolina para o carro.       

Se deixamos de rezar, Deus “morre em nós”.

 

Jesus saía de manhã muito cedo para um lugar solitário para ali se pôr em oração. (Mc 1, 35)

Vinte e cinco vezes aparece nos evangelhos a palavra oração ligada a Jesus, em que Ele é visto a orar e a falar da oração. Nos grandes momentos da Sua vida Jesus orou. Para escolher os apóstolos, retirou-se para o monte, e aí passou toda a noite orando a Deus. Ao amanhecer chamou os discípulos e escolheu doze entre eles. (Lc 6, 12)

Sem intimidade e vida interior contínua de oração, na fé e na caridade, não é possível conservarmo-nos cristãos. (Paulo VI)

Portanto, a prioridade para o cristão é a oração.   

“Senhor escutai a minha oração, prestai-me ouvidos, ó Deus de Israel” (Sl 83)

Precisamos de orar, se queremos que Deus cresça em nós. “Orar sem desfalecer”. (Lc 18, 1)

“Aproximai-vos pois, confiadamente, do Trono da Graça, a fim de alcançar misericórdia”. (Hbr 4, 16)

“Se está alguém entre vós aflito! Entregue-se à oração. Está alguém contente, cante louvores”. (Tg 5, 13)

O grupo de oração, por sua vez, deve ser o lugar apropriado para que a graça renovadora da vida cristã aconteça, desabroche, cresça e se torne adulta e transbordante.

Sê firme na oração, para te manteres firme na fé e no testemunho.

“Os crentes eram assíduos ao ensino dos apóstolos, á união fraterna, á fração do pão e á oração.”

S. Paulo dá-nos o conselho: “Orai unicamente em união com o Espírito, multiplicando invocações e súplicas, perseverando nas vossas vigílias”.

A oração de Jesus foi contínua, mas sobretudo, foi uma oração espiritual, isto é, feita no Espírito Santo.

O Espírito Santo estabelece a Sua morada no nosso coração e não mais deixaremos de orar n’Ele. Quer dormindo quer acordados a oração, não mais abandona a nossa alma; isto se chama, a oração contínua.

 

Esta foi a vida de Maria. Mergulhada na oração, ou melhor, toda ela era a oração, do FAÇA-SE.

Maria Santíssima esposa viva do Espírito Santo é o grande modelo de oração, de fé, de confiança.

Estava presente com os Apóstolos, reunidos no cenáculo, quando aconteceu Pentecostes. Toda a vida de Maria foi de escuta e de intercessão – FAZEI TUDO O QUE ELE VOS DISSER.

 

Ela é, pela sua união com Deus, o jardim e a fonte. Com Ela podemos aprender que: “O fruto do silêncio é a oração, o fruto da oração é a fé, o fruto da fé é o amor, o fruto do amor é o serviço, o fruto do serviço é a paz”.                                        

E tudo isto é uma contínua oração.

 

«É só em Igreja, e graças á oração da Igreja, cujos braços estão dia e noite erguidos para o Céu, graças á presença da Ressurreição de Cristo, que vencemos todas as dificuldades».

 

«A Igreja não pode dispensar o pulmão da oração, e alegro-me imenso que se multipliquem em todas as instituições eclesiais, grupos de oração de intercessão.»

 

- Alegria do Evangelho nº 262 -  PAPA FRANCISCO.

 

 

 

Emília Martins

 

 

 

 

Comentar


Código de segurança
Atualizar