Páscoa 2016

Votos de utilizador:  / 0
FracoBom 

 

 

PÁSCOA 2016


«Sede misericordiosos como o vosso Pai é misericordioso» (Lc 6,36)



Eis a grande proposta de Jesus para esta Páscoa, centrada no ano da Misericórdia. O Pai do Céu abriu o Seu coração para acolher no Seu Seio todos os Seus filhos pecadores e todas as Suas filhas pecadoras. Por isso podemos lançar-nos sem medo nos seus braços como o Filho pródigo, para experimentar aquele abraço paterno cheio de amor e misericórdia para com todas as suas criaturas.

Além disso, Ele quer que Lhe confiemos os corações mais endurecidos dos seus filhos e das suas filhas que se afastaram d’Ele ou não sabem que podem entrar numa relação amorosa com o Pai. Precisamos, pois, de entrar en sintonia com o coração do «PAPA» (Abba), que através do Seu Filho nos pede:

    «Amai os vossos inimigos, fazei bem aos que vos odeiam, abençoai os que vos amaldiçoam, rezai pelos que vos caluniam» (Lc 6, 27-28).

    «Perdoai e sereis perdoados» (Lc 6, 37). «Porque, se perdoardes aos homens as suas ofensas, também o vosso Pai celeste vos perdoará a vós. Se, porém, não perdoardes aos homens as suas ofensas, também o vosso Pai vos não perdoará as vossas» (Mt 6, 14-15).

A misericórdia começa por aí: dar o perdão a quem no-lo pede; oferecê-lo a quem não o pede; recebê-lo de quem no-lo dá.

O Pai, pelo Seu Filho Jesus Cristo, no Espírito Santo, oferece-nos uma grande oportunidade: receber o perdão completo de todos os nossos pecados e a absolvição da pena a que estamos sujeitos como punição pelos nossos pecados, pena essa que deveria ser cumprida no Purgatório. Quer dizer, em poucas palavras, se uma pessoa morrer depois de ter obtido esta indulgência vai directamente para o Céu. É uma graça extraordinária a que não  podeemos renunciar. Tanto mais que aquilo que Jesus nos pede é muito fácil de pôr em prática:

    Celebrar a Novena da Misericórdia Divina, desde a sexta-feira Santa até ao Domingo da Misericórdia

    Confessar-se radicalmente de todos os pecados conhecidos.

    Receber a Sagrada comunhão no Domingo da Divina Misericórdia

    Praticar alguma das obras de misericórdia corporais ou spirituais.

Deste modo entraremos em sintonia com o Coração Misericordioso do Pai e seremos capazes de imitar Jesus, que é «manso e humilde de coração» (Mt 11,29).

Em união com cada um e cada uma de vós, peço ao Senhor que nos dê como presente desta Páscoa um coração misericordioso, cheio de doçura e de humildade como o Seu.

Peço igualmente ao Senhor que vos conceda todas as graças de que precisais, para vos manter em boa saúde física, psíquica e espiritual.

Com um grande abraço pascal para cada um e cada uma de vós,



Vosso irmão e amigo

P. Alfredo Neres




 

 

Comentar


Código de segurança
Atualizar