Café cristão - Apresentação

 

 

 

Rua das Flores nº 14-A   Paivas  -  Amora

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

I - BREVE APRESENTAÇÃO

 

 

O Café Cristão está situado nas Paivas, e insere-se na realidade paroquial de Amora, tendo sido inaugurado em Junho de 2006.

 

Esta iniciativa, oriunda do Canadá é uma referência muito forte junto da juventude em todo o mundo e propagou-se como uma das novas formas de evangelização e de encontro ecuménico.

 

Experiência pioneira por estas bandas, o Café Cristão é local de convergência e realça a amizade, confiança, alegria e beleza como valores fundamentais da convivência humana.

 

Através dele e do que propõe, cada um pode encontrar-se consigo mesmo, com os outros e em torno de uma mesa abordar os grandes temas da vida.

 

  

 

 

II - CONTEXTO  HISTÓRICO

 

 Na década de 60, um grupo de professores e alunos da Universidade de Duquesne, estado da Pennsylvania (E.U.A.), insatisfeito com a situação vivida e desejando inverter esse estado de coisas, organizaram um encontro de fim-de-semana, durante o qual foram surpreendidos por algo que parecia alterar toda a programação estabelecida.

 

Ao mesmo tempo que eram inundados de uma grande alegria, começaram a experimentar individual e colectivamente sentimentos de uma grande união entre si.

 

 Fortemente interpelados pelo que estava a acontecer, resolveram, após esse fim-de-semana, formar pequenos núcleos onde pudessem partilhar e aprofundar aquela experiência de vida.

 

 Um desses professores, ao testemunhar o que estava a viver, pegou na mensagem de um clássico literário - O principezinho -  citando as palavras do seu autor Antoine de Saint Exupéry: “o essencial é invisível aos olhos”.

 

Para ele… para eles, o essencial estava bom de ver, era a descoberta dessa alegria perene, cujo segredo parecia estar no sair de si mesmo ao encontro do Outro.

 

  

Já na década de 70, um desses grupos formado por jovens, pensou aproveitar um antigo café entretanto fechado, para se reunir e testemunhar à mesa a alegria encontrada. A música passou a ter um papel preponderante nesses encontros.

 

Assim surgiu o primeiro Café Cristão em Montreal (Canadá) no ano de 1976, enquanto decorriam os Jogos Olímpicos, na mesma cidade. Durante esse grande evento, o Café Cristão de Montreal foi visitado por milhares de pessoas.

 

Depressa a ideia dos cafés cristãos foi crescendo e florescendo; em muitas cidades do Québeq, no Brasil, França e mais tarde por toda a América Latina abriram estabelecimentos similares.

 

Em Março de 1979, só no Canadá, cerca de 25 cafés cristãos organizaram-se numa federação reconhecida pelas leis do país, enquanto outros permaneciam à experiência até que preenchessem os requisitos relacionados com pessoal responsável, actividades realizadas e verba conveniente.

 

Os frequentadores do café cristão, são quase sempre jovens estudantes que atraídos pelo aroma do café e não só, encontram lá sempre uma tónica de optimismo, esperança e encorajamento.

 

 

III - O 1º CAFÉ CRISTÃO DA PENÍNSULA IBÉRICA

 

DESCRIÇÃO E MEIOS

 

Inspirado nesta experiência canadense, o Café Cristão português, único do género na Península Ibérica, pretende apresentar um conceito de café totalmente novo, que seja uma alternativa vital relativamente a outras propostas.

 

Quem entrar naquela porta, sabe que será respeitado quanto às suas ideias e sentimentos. Lá dentro, vive-se uma atmosfera de alegria, paz e ordem.

 

A decoração é atraente e o ambiente respira simplicidade e bom gosto.

 

Com uma área de 400m2, dispõe de um salão principal com palco, tem uma zona de bar com biblioteca, dois gabinetes de apoio e uma salinha de retiro/ silêncio. No salão principal há mesinhas pequenas, que facilitam o diálogo amistoso e sincero. Em cada uma encontra-se uma bíblia.

 

As cores e a iluminação claras e vivas tornam atrativa uma visita ao Café Cristão, porém o principal é que o seu interior seja revestido com o calor daquela Força Renovadora capaz de aquecer até os corações mais frios.

 

 

 

 

 Durante o dia, é ponto de encontro de estudantes para estudo individual, trabalhos de grupo e preparação de exames.

 

As noites de animação de palco trazem-nos a vivência gostosa do café-concerto.

 

Neste café, onde a comida caseira combina com uma diversidade de bebidas, para além do convívio saudável, podemos encontrar uma programação variada assente em formas de expressão cultural e artística: shows musicais, concertos ao vivo, teatro, dança, workshops, exposições, debates, tertúlias, noites temáticas e eventos festivos.

 

 

O café cristão enche-se então de uma juventude entusiasta que, como que no seu habitat natural, dá largas ao que lhe vai na alma.

 

A música ajuda a criar um ambiente de comunhão e partilha… solidário, carismático.

 

As pessoas não estão anónimas, antes sentem fazer parte de um todo. Os corações parecem dilatar-se à medida que as canções se sucedem.

 

 

 

TESTEMUNHO E PRÓXIMOS EVENTOS

 

No final, alguém se levanta, sobe ao palco e fala para que todos ouçam: “…estas noites aqui são diferentes. A gente chega ao fim com o coração cheio. Sinto muita harmonia, amor e paz. Vou falar disto aos meus amigos”.

 

Pelo palco do Café Cristão, já passaram bandas referenciadas com diversas áreas musicais: pop-rock, rap, hip-hop, jazz, música clássica, sacra, etc…

 

Para o Ano da Fé que celebramos estão agendadas várias noites festivas com muita música e alegria.

 

Os fins-de-semana são sempre os momentos mais altos dessas festividades.

 

Em 2013 pretende-se dinamizar ainda mais este espaço, através da integração de um maior número de pessoas nas equipas de serviço que assegurem uma melhor programação de palco e o serviço às mesas.

 

Mas… o Café Cristão não é somente um pólo de atração, pelo contrário é ponto de partida. Em redor das suas mesas planeiam-se ações de rua com os pobres, jovens de rua, visitas a prisões, hospitais, etc.

 

 

IV - NATUREZA E LOCALIZAÇÃO

 

De recursos materiais fracos e características sui-generis, esta obra não tem fins lucrativos, sendo a receita aplicada numa actividade conjunta em favor dos jovens mais carenciados e excluídos, bem como nas despesas ordinárias de manutenção.

 

Situado na parte lateral do Edifício do Centro Comercial Batalha, nas Paivas, Rua das Flores nº 14–A, este novo espaço de óptima centralidade foi preparado com a generosidade da comunidade local, através de donativos, materiais de construção e voluntariado. A conclusão das obras e a compra do imóvel são dois momentos providenciais e decisivos para a confirmação desta obra, que ainda hoje nos interpelam fortemente.

 

 

 (Vindo de Lisboa ou Setúbal pela A2 Sul sai-se na placa Amora/ Fogueteiro/ Seixal.

 

Chegando ao Fogueteiro, depois dos segundos semáforos, vira-se à direita, em seguida vira-se no 2º cruzamento à esquerda e a meio da rua das Flores numa praceta à direita.

 

Também há acessos via comboio Fertagus – estação Foros de Amora ou Fogueteiro e vários autocarros)

 

 

V - DIVULGAÇÃO

 

Por se tratar do primeiro Café Cristão em Portugal, mereceu tratamento vip por parte dos meios de comunicação social. Foi notícia na televisão em horário nobre, na rádio e nas primeiras páginas dos jornais. Foi apresentado em várias partes do mundo como um projecto singular e tem sido visitado por grupos de estrangeiros que informados via Internet, aproveitam a estadia no nosso país (muitos de passagem para Fátima) para ficarem também a conhecer este lugar.

  

 

VI - CONCLUSÃO

 

Por todos estes motivos, estamos em crer que este espaço constitui um privilégio para o nosso Distrito, um cartão de visita que concorre para elevar o nome da nossa terra. Assim possa ser entendido e acolhido.

 

 Local irradiador de fé, o Café Cristão propõe-se contribuir para a descoberta pessoal; da dimensão criativa muitas vezes escondida no coração humano, da Beleza e da Alegria verdadeiras, através de uma linguagem universal de abertura, capaz de unir e de colorir as nossas vidas.

 

 

Face a tantas propostas sem conteúdo ou de conteúdo duvidoso, o Café Cristão, como iniciativa inédita entre nós, parece adequado para cumprir o seu objectivo: ser uma ponte para o lado positivo da vida, onde livre e responsavelmente possamos construir e caminhar passo a passo RUMO À CIVILIZAÇÃO DO AMOR.