O CANTO EM ORAÇÃO

 

O canto espiritual ou oração cantada, faz parte integrante das reuniões de oração. Não se pode considerara o canto apenas como uma forma de animação, de alegria ou de variedade, para não cansar os participantes das reuniões. Muito menos podemos vê-lo como uma forma agradável de preencher o tempo de modo alegre e agradável.

 

O canto religioso precisa tornar-se , cada vez mais, uma oração cantada. De contrário, não tem significado e, nem lugar, nas reuniões de oração,

 

Como oração, o canto é uma forma rica, enriquecedora, agradável e, por vezes, comovente. Através do canto, em oração, nos elevamos, facilmente até ao coração dos irmãos, ou nos encontramos connosco mesmos, na sala do nosso coração.

Esta caminhada para Deus, para os irmãos, ou para dentro de nós mesmos, depende sempre da letra do canto. Ela é quem nos dará a direcção a seguir.

 

Alguns são cantos-oração. Outros são cantos-contemplação. Outros são cantos meditação. Outros são cantos-súplica, prece, intercessão. Outros são cantos convite à oração. Outros são cantos-apelo, e apelos diversos: apelos á fé, à oração, à conversão, ao trabalho, à ajuda ao irmão, etc. Outros ainda são cantos testemunho

 

 

 

"Aclamai o Senhor, terra inteira, rejubilai, exultai e cantai salmos!
Cantai ao Senhor com a cítara, com o Saltério e canções alegres ao som da tuba
e da trombeta aclamai o Senhor, nosso Rei""
(Salmo 97, 4-6)