O Renovamento Carismático Germinou em Braga no dia 01/04/1975

 

 

FRAIÃO ALFOBRE DE MISSIONÁRIOS

Em Braga, no sentido do Monte de Nossa Senhora do Sameiro, situa-se a paróquia do Fraião, onde os Missionários e Missionárias do Espírito Santo têm casas de formação de missionários/as. 

Mais uma vez, o Espírito Santo, Senhor que dá vida, vai escolher pessoas a casas a Ele consagradas de modo particular, para que a graça de Pentecostes aconteça e esta espiritualidade universal, a que chamamos Renovamento Carismático, se difunda em toda a Igreja.

Por motivos de pastoral missionária desloquei-me a Braga, em fins de Março. Ao chegar ao Seminário espiritano do Fraião, muitos confrades, curiosos, me perguntavam o que era isto do Renovamento Carismático... Entre todos encontrei um confrade, o Pe. Mário Pires (agora doente com a doença de Alzheimer) que, verdadeiramente apaixonado pelo Espírito Santo, a Quem os Espiritanos estão de modo particular consagrados, me pediu para fazer uma reunião no estilo carismático. Aceitei. Ele preparou tudo. Falou às Irmãs do Espírito Santo que prepararam o cenáculo; convidou pessoas amigas. O primeiro encontro de Braga, sob o olhar maternal de Nossa Senhora do Sameiro, realizou-se na Casa de Formação das Irmãs Espiritanas, no dia 1 de Abril de 1975, primeiro sábado, durante a tarde. Cerca de 30 pessoas participaram neste cenáculo. Sem apontamentos para enumerar estas presenças, apenas posso recordar a presença do Pe. Mário Pires, da Irmã Ana Maciel, Irmã Natália, da jovem Ana Isabel e de seu namorado Manuel, mais algumas irmãs e noviças. Como em Fátima, Lisboa, Porto e Coimbra, também ali aconteceu Pentecostes pessoal e comunitário. O Pe. Mário Pires, as Irmãs Ana Maciel e Natália e alguns jovens começaram a reunir, com frequência, em oração, e mensalmente, abriram o grupo que começou a crescer e a gerar novos grupos em vários pontos da Diocese...

Na história do Renovamento Carismático, em Braga, é obrigatório destacar as duas Assembleias Nacionais realizadas na Cripta da Basílica do Sameiro. Depois das Assembleias Nacionais realizadas a 1ª em Fátima, na Pascoela de 1977, a 2ª realizada em Vila Nova de Gaia (Porto) em 1978, a 3ª no Estoril (Lisboa) em 1979, com a presença actuante do Cardeal Suenens, a 4ª realizou-se no Sameiro, em Braga.

O Pe. Mário Pires (um dos sacerdotes mais "carismáticos" que eu conheci) os grupos e irmãs/ãos da Arquidiocese empenharam-se de alma e coração, e com grandes sacrifícios, na preparação e efectivação desta grande Assembleia em que o tema central foi a palavra de Maria aos servos nas Bodas de Caná: "Fazei tudo o que Ele vos disser". A cripta do Sameiro registou a presença de quase dez mil pessoas, entre as quais muitos sacerdotes do Norte do Centro e do Sul... Alguns anos depois nova Assembleia Nacional se realizaria no Sameiro.

Conlusão:

Sobre as actividades desenvolvidas nos primórdios do Renovamento Carismático em Portugal, compulsando a Revista PNEUMA, que registou os principais acontecimentos do Renovamento Carismático em Portugal e no Mundo, falarei noutros textos.

Este fenómeno religioso moderno, esta espiritualidade de Pentecostes, de que o Renovamento Carismático é veículo, alastrou como fogo novo para Setúbal, Algarve, Évora, Portalegre e Castelo Branco, Aveiro, das mais variadas formas e nas mais diversas circunstâncias, conforme foi relatado já na Revista PNEUMA, reconhecida por todos como meio de formação, informação, testemunho e elo de ligação entre pessoas e grupos do Renovamento.

"Eis que vou realizar uma obra nova. Já desponta, não a vedes? No deserto traçarei uma estrada e rios brotarão na solidão!" (Is 43,18-19)

 


P.e José da Lapa
Missionário do Espírito Santo

 

 

[página anterior]