EVANGELIZAR É FAZER JESUS ACONTECER
Pe. Alírio José Pedrini, SCJ
7,50€

Apresentação

“Não tenho, de facto. de que me gloriar, se eu anuncio o Evangelho; é um dever que me incumbe e ai de mim se não evangelizar!” (1 Cor 9, 16).

“O próprio Jesus, “Evangelho de Deus”, foi o primeiro e o maior de todos os evangelizadores. Ele foi isso mesmo até ao fim, até à perfeição, até ao sacrifício da Sua vida” (EN 7).

“O conteúdo da evangelização é Jesus Cristo, Evangelho do Pai… ” (SD 27).

“Evangelizar é ter Jesus no coração e levar Jesus ao coração dos irmãos” (Madre Teresa de Calcutá).

“EVANGELIZAR É FAZER JESUS ACONTECER”.

O tema “evangelização” tem estado cada vez mais presente nos documentos e nas mensagens dos Papas, nas conferências episcopais nacionais ou internacionais, bem como em cursos, assembleias, encontros de formação e retiros espirituais. Nas muitas revistas católicas que circulam, o ênfase na evangelização é sempre muito forte.

Percorrendo tantos documentos e mensagens, percebe-se que houve um desenvolvimento e progresso não pequenos, quanto ao sentido, ao conteúdo e à abrangência da evangelização. Percebe-se que muitas realidades que integravam um sentido mais genérico de evangelização foram sendo colocadas, cada uma, no seu devido lugar.

Nalguns textos usa-se o termo evangelização no seu sentido mais genérico. Duma forma geral, com o passar dos tempos e a sucessão de documentos, as luzes foram aclarando a realidade, e os contornos de cada termo, do seu significado e conteúdo ganham melhor definição.

Evangelização é, hoje, quase sempre sinónimo de “primeiro anúncio” de Jesus Cristo, morto e ressuscitado; “proclamação do kerygma”, anúncio vivo e forte da pessoa de Jesus Cristo.

Revista Pneuma
SEMINÁRIOS VNE
TEMAS DE REFLEXÃO
ORAÇÕES
TESTEMUNHOS
FOTOGRAFIA
PERGUNTAS
LITURGIA
ACOLHIMENTO
INTERCESSÃO / ADORAÇÃO
MÚSICA
LIVROS